quarta-feira, 27 de agosto de 2014

25 Agosto 2014

Resolvi colocar este post no meio do relato do que tenho vindo a fazer para que os meus amigos e leitores não pensem que este blog virou álbum fotográfico de trilhos e comezainas e deixou de ser de pesca, simplesmente eu e o F.Enxuto decidimos que as fotos das pescarias seria publicadas no mesmo dia aqui e na página dele o que até agora não foi possível devido a problemas de vária ordem.


Estes peixes pescados ontem numa pescaria com o amigo Malpique em condições totalmente adversas para quem pesca á boia ( mar totalmente parado e agua mais lusa que a da barragem do Caia) é a pior pescaria feita de Junho até ontem ,e não pensem que foi fácil andar a descer quebradas e subir quebradas e em 16 kms não encontrar um pesqueiro sequer que víssemos ter as mínimas condições para dar peixe,estes deviam estar mesmo esfomeados para virem junto das tainhas e das bogas.


Para verem que não foi assim tão fácil deixo aqui mais uma foto de umas novas marcas que tenho pois aquilo que parecia uma escarpa bem acessível tinha escondido debaixo do mato alguns buracos que me levaram a dar um tombo daqueles que só por sorte não deixaram marcas mais graves.

2 comentários:

  1. São ossos do oficio amigo Justino, ficaram só as marcas, menos mal, mar parado e luso, apostar em pescas noturnas é uma boa aposta, deu ainda para ver a cana tremer apesar de ter sabido a pouco.
    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
  2. Olá Pedro obrigado pelos teus comentários são sempre bem vindos, é verdade aquilo que dizes com aquelas condições é sempre boa opcção apostar em pescas noturnas mas não em locais daqueles pois se eles são muitas vezes de difícil acesso de dia o que seria de noite e garanto-te que aquele é mesmo difícil.
    Um abraço deste amigo

    ResponderEliminar

OS PARGOS ADORARAM

Uma isca de excelência para um peixe de excelência ,os pargos chamaram-lhe um pitéu